https://agilefingers.com
anúncio

Texto - "Infelizes: Historias Vividas" Ana de Castro Osório

feche e comece a digitar
A tia Clara, essa adorável velhinha que fez há dias cento e quatro anos, teve também os seus dezoito - e por signal encantadores de frescura e graça. Mal podemos crer isto, nós que a vemos hoje tão serena, tão identificada com a nossa vida, tão igual a nós pela lucidez do espírito, sempre de uma intelligencia e de um interesse perfeitamente juvenil. Eu adoro essa querida velhinha que não se envolveu nas recordações e remordimientos egoístas como numa antipática couraça eriçada d'espinhos. Não! Ella recorda todo o passado, mas suavemente, sem comparações desfavoráveis para nós, como os velhos impertinentes costumam!... Relembra, levemente melancólica, os tempos longínquos da mocidade, tão distante aos nossos olhos, tão vivos ainda na sua memória. A sua alma é um piedoso Campo Santo habitado pela saudade de todos os seus amigos, de toda a sua família mais próxima, que a um e um a foram deixando na velha casa senhorial, já em parte abandonada de grande que é!... mas o seu coração santíssimo vai florindo sempre joven, amando com egual affecto todos os que de novo chegam á família... Ah! Eu não me esqueço, minha boa amiga, da saudade reconhecida que me ficou na alma quando, a última vez que a visitei, a vi afastar-se lentamente na meia obscuridade do longo corredor. Seguia-a um ligeiro esvoaçar de recordações, toadas simples vindas de muito longe - os franceses, guerras, mortes, nascimentos, toda a sua vida singela passada na hereditária quinta perdida entre serras, onde os echos do mundo devem ter chegado sempre esbatidos em meias tintas pallidas. Tenho ainda no meu ouvido o som inolvidável da sua vózinha quebrada dizendo serena e sorridente: assisti às últimas endoenças no convento de Maceira Dão!... E tudo morto nesse passado cheio de poesia, visto assim de longe, evocado pelo seu espírito bondoso!... Mas a desvairada fuga aos franceses é que eu, mais do que tudo, gosto de lhe ouvir contar. - Era uma tarde de fins de setembro, luminosa, quente ainda. O céo, todo em fogo no poente, flamejava num incêndio colossal - toda a alma da Pátria agonizante levantando para Deus a última esperança, no último clarão de tiros ao longe. Os franceses, os franceses!... Esse grito estridente como uivos de animais apavorados corriam de boca em boca, era um signal de fuga, de miséria, espanto geral. O povo ignorante e bom voltava para o céu os punhos cerrados numa desesperada ameaça. Abandonado por todos na sua pátria invadida, agarrava-se à terra como a sua única defesa, o seu único amor, a única razão de existir. As mães uivava de dor pelos caminhos, torciam os braços convulsos vendo do alto dos montes os filhos que partiam para a guerra. Outras estarreceu-se num silêncio medroso... Toda a alma portugueza fremia num anseio de liberdade. Os reis fugiam desprezivelmente covardes; os ricos ainda por vezes abriam os seus palácios em festa ao passeio triunfal dos invasores; só no povo era sem tréguas o ódio. Ele saberia resistir ou morrer! Miserável povo que sacudiu num ímpeto de revolta olympica o jugo dos invasores e curvou a cabeça humilde às exigências dos aliados! Desgraçada gente que não teve a hombridade de receber na ponta das suas baionetas ensanguentadas pelos inimigos os reis que o tinham abandonado nas horas más! Ingênuo povo que todos vão acordar em sobressalto quando o perigo bate à porta e de que todos se riem depois, quando não é já precisa a força do seu braço nem a fúria da sua coragem!... Também a Fornos de Maceira Dão, a esse cantinho da Beira que parecia deve estar esquecido, guardado pelos matagais e serranias bravas, chegou o desvairado clamor, o tremendo grito: Os franceses, os franceses!... a pôr em fuga toda a família da Clarinha - era assim chamada há oitenta e seis anos a minha boa tia Clara. Ella era a mais nova das irmãs; fina, graciosa, de uma pallidez de reclusa, uma grande curiosidade perfulgente nos seus olhos castanhos. Ao saber a notícia o coração pulsou-lhe comovido numa inconfessada alegria... Qual de nós aos dezoito anos não compreenderá essa alegria? Não ter saído nunca do seu vetusto solar - salas e salas, quartos incontáveis, corredores tão compridos que é impossível conhecer quem vem ao fundo!... Os santos da capella doirados e ridentes seriam os seus mais queridos companheiros, aqueles que melhor compreenderam a sua alma inquieta, sedenta de novo!... Se ela não havia d'estar alegre, no fundo, bem no fundo do seu coração, por essa fuga decidida que a ia tirar por algum tempo da monótona vida de todos os dias?!... Era triste a existência da Clarinha, passada na miserável aldeia de casebres colmados, que rodeiam a quinta dos fidalgos como outrora as choupanas dos servos se encostaram medrosas às fortificações dos castelos feudais. As irmãs, casadas; os irmãos, passando a vida dos fidalgos daquele tempo, caçavam, namoravam as primas de vinte léguas em redor, estavam cavalos e corriam as feiras. De quando em quando, pelas festas do ano, cortavam o fastidioso correr da vida cavalgadas que chegavam ao pateo, primos e primas que se apearam contentes abraçando a Clarinha, que alvoroçada os vinha esperar à porta. Então, dançava-se, passeava-se, mais do que tudo, comiam-se jantares phenomenaes e ceias lucullianas. Mal os hóspedes saiam, a vida regulava-se tediosamente como de costume e apesar da família ser muita, passavam uns pelos outros como sombras na enormidade da casa. Quantas vezes, pelas agonizantes tardes de outono, não atravessou ella a quinta e subindo o outeiro em frente se foi sentar nos degraus do Santo Christo, phantasiando o mundo, sonhando com alguma coisa nova que a fizesse sofrer e viver?!...
próximo texto
próxima lição
Tarefa Única lição Grupo de aulas 1000 palavras mais populares Voltar ao teste
a melhor maneira de aprender a digitação é usar AgileFingers! *texto de amostra /texto-amostra Começe a digitar Começe a digitar. Boa sorte! Toque no teclado e comece a digitar Pressione qualquer tecla no seu próprio teclado e, em seguida, comece a digitar o texto Bem-vindo ao AgileFingers! Esta é a sua última tentativa para esta tarefa! Defina seu objetivo Escolha uma lição Escolha um texto Escolha ou envie um texto Escolha uma tarefa Parabéns! Sua pontuação atende ao seu objetivo atual. Muito devagar! Seu objetivo atual é Muito impreciso! Exatidão mínima é Objetivo alcançado!!! , Mas primeiro faça o login e suas pontuações serão salvas! As opções são armazenadas no navegador e não na conta do usuário. Cada feedback construtivo é um grande presente! Escolha um texto para correção Ah, que dia bonito para a Ciência!! E-mail inválido Você não está conectado prática Erro ao salvar dados Use o seu próprio, não o teclado virtual para digitar. Palavras aleatórias Texto palavras por minuto caracteres por minuto PPM CPM gráfico ocultar Lição Tarefa Única lição Grupo de aulas Texto Aprenda a digitar mais rápido - AgileFingers Digite muito mais rápido sem olhar para o teclado. Este curso de digitação de toque on-line gratuito gratuito irá ajudá-lo a aumentar sua velocidade e precisão." Decida o quão rápido você deseja digitar - AgileFingers Ao aprender a digitar mais rápido, é importante definir uma meta. Tente alcançá-lo. Se você atingir o objetivo, defina um maior. Lições de digitação rápida - AgileFingers Você pode digitar mais rápido. Cada dedo do seu tipo em uma velocidade diferente. Cada dedo é responsável por clicar em uma determinada área do seu teclado. Exercício de digitação rápida em textos completos - AgileFingers Escolha um texto completo para praticar digitação rápida. Teste de digitação por toque - AgileFingers Teste se você digitar tão rápido quanto você pensa que faz. Se você não, não se preocupe. Basta praticar mais com AgileFingeres, eventualmente você vai conseguir seu objetivo. Tarefa de teste Teste de digitação - tarefa: A sua opinião sobre AgileFingers Partilhe as suas opiniões sobre AgileFingers. Podemos certamente fazer este curso melhor. Vamos trabalhar juntos nessa Lição Exercício rápido de digitação: Meu próprio texto - AgileFingers Texto de amostra - AgileFingers Corrija um texto para uma melhor experiência de digitação no AgileFingers Exercício de digitação Exercício para digitação rápida Aprenda a digitar jogando jogos - AgileFingers Aprender a digitar o toque não é a coisa mais prazerosa a fazer, mas o AgileFingers torna mais interessante. Aprenda a digitar mais rápido jogando um jogo! Resgate de ovelhas - toque de digitar o jogo - AgileFingers Aprenda a digitar o toque jogando "Resgate de ovelhas" - jogo que ensina como digitar mais rápido e com mais precisão. Pressione a tecla correta e obtenha pontos para sua bravura. Palavras em estrela - toque de digitar o jogo - AgileFingers Mestre toque digitando jogando "Palavras em estrela" - jogo que fará você digitar muito mais rápido. Este jogo faz parte do curso AgileFingers. Perfil de usuário - AgileFingers Perfil de usuário para AgileFingers Entrar / registar - AgileFingers Autenticação para AgileFingers Configurações - AgileFingers Configurações para AgileFingers toque digitando aplicativo on-line Ensine seus alunos a digitar mais rápido - AgileFingers Zona para professores que desejam melhorar as habilidades de digitação de seus alunos. Você pode começar uma aula na sala de aula ou designar seus alunos. Observe como eles digitam cada vez mais rápido. Zona do aluno para quem deseja aprender a digitar com toque - AgileFingers Faça aulas de digitação por toque. Seu professor o guiará em questões de digitação. indicador do meio anelar mindinho todos os dedos linha Lição: dedos interior Palavras aleatórias Palavras e números aleatórios As palavras mais comuns números /indicador /meio /anelar /mindinho /todos-dedos /linha /licao /dedos /interior /palavras-aleatorias /numeros-palavras-aleatorios /teste /licao-unica /grupo-aulas /licoes https://agilefingers.com/pt /texto /textos /tarefa /mais-comum /licao-de-casa /trabalho-em-sala-de-aula /aluna /sumario dever de casa trabalho em sala de aula Mais uma vez Tente novamente editar Inglês O texto não deve estar em branco
começe a digitar!