https://agilefingers.com
anúncio

Texto - "A princesa na berlinda" Urbano de Castro

feche e comece a digitar
Segue a biografia da princesa. Rattazzi-mulher de letras francesa, nascida em Waterford em 1833. É neta de Luciano Bonaparte, irmão de Napoleão I, e filha de Letizia Bonaparte, e de sir Thomas Wise, membro do parlamento de Inglaterra, que morreu ministro plenipotenciário da Grã-Bretanha em Atenas. Descendente de uma série de uniões consideradas como outras tantas mésalliances para a família Bonaparte, foi sempre considerada por esta como uma intrusa, ou como uma inimiga. Quando o príncipe Luiz, seu primo, foi eleito presidente da República francesa, proibiu-lhe formalmente que usasse o nome de Bonaparte-Wise, pelo qual eram conhecidos seu pai e seu irmão. Entretanto, a sua filiação napoleônica, está tão bem estabelecida senão melhor que a do seu próprio primo. Seu avô Luciano, príncipe de Canino, casara, em segundas núpcias, com madame Béchamp, viúva de um agente de câmbio, casamento que descontentou muito Napoleão, e fez romper todas as relações da família imperial com Luciano; este, tendo-se retirado á Itália, fez naturalizar romanos todos os seus filhos, tão pouca era a sua fé na restauração da dinastia a que pertencia. A neta, nascida de mãe romana, Letizia Bonaparte, e de pai irlandês, era realmente uma Bonaparte, mas tão pouco francesa quanto possível. Foi contudo educada na casa da Legião de Honra de S. Diniz, e, como não tivesse meios, fez-se professora. Em 1848, quando a família Bonaparte foi permitida a entrada em França, e o príncipe Luiz se propõe a presidente da Republica Francesa, foi pedida em casamento por Mr. Frederico de Solms, rico alsaciano que a dotou em 700 ou 800 mil francos, esperando que ela viesse a ser uma das estrelas da futura corte de seu primo, e que assim o levasse às grandezas. Não aconteceu nada disto. Os Bonapartes, e principalmente o futuro Napoleão III não a consideraram como da família; como o pai da segunda mulher de Luciano ocupará um emprego d'inspection nos direitos reunidos, pretendiam não terem nada de comum com a descendente de um vendedor de tabacos, e foi isto o que os jornais do Eliseu lhe disseram, nu e cru, quando Madame de Solms, posto que muito nova ainda, porque então apenas contava 16 anos, começou a tornar-se notável. Lançou-se então na oposição, atraiu a sua casa algumas notabilidades do partido democrático, abriu as suas salas aos literatos, deu festas esplêndidas, e ostentou um luxo que tinha a pretensão de fazer época na história contemporânea. No seu pequeno círculo comparavam-na a mademoiselle Montpensier e dizia-se que do seu boudoir sairia uma nova Fronda. Por ocasião do golpe de estado de 2 de dezembro, em que estavam implicadas algumas pessoas que frequentavam as suas salas, julgou-se também obrigada a deixar a França, habitando ora em Roma, na Bélgica, ora as cidades de caldas mais notáveis. Considerava-se como exilada, e tendo alguns jornais publicado que ela pedira para ser amnistia, fez-lhes publicar esta resposta altiva: - "Só um governo liberal e sensato me pôde fazer voltar à França. Até o dia em que triumph as nossas liberdades, aceito o exílio; mas protesto energicamente contra toda e qualquer nova insinuação, grave ou pueril, tendente a fazer admitir que, no presente ou no futuro, sob qualquer consideração, e em qualquer extremidade em que me encontre, eu possa ligar-me direta, ou indiretamente, a uma família da qual me separei voluntária e seriamente." Isto não a impediu de entrar em França em fins de 1852; mas em fevereiro de 1853, recebeu ordem de expulsão e seu primo fê-la conduzir à fronteira acompanhada pelos gendarmes. A causa desta expulsão escandalosa era sempre a mesma, a sua obstinação em querer usar o nome de Bonaparte que lhe negavam. Protestou pelos tribunais, encarregou Berryer de a defender, e o governo fez admitir pelos jornais que a ordem (arrete) du expulsão estava em forma, visto que madame de Solms era estrangeira e casada com um estrangeiro não naturalizado. É muito provável que M. de Solms, nascido em Estrasburgo, fosse francês; mas o governo obteve dele uma declaração na qual dizia não reclamar a qualidade de francês. Na Pátria foi publicada a seguinte nota: "Por ordem do sr. intendente geral da polícia, foram expulsos do território francês madame de Solms, dizendo-se condessa de Solms, e M. Wyse, (seu irmão, M. Bonaparte-Wyse) ambos estrangeiros; estas duas pessoas usavam sem direito nenhum o nome de Bonaparte, e longe de respeitarem o nome ilustre que usurparam, serviam-se ao contrário dele para se entregarem a escândalos desordenados, a fim de mais facilmente abusar da credulidade das pessoas com quem estavam em contato. A ordem do sr. intendente geral de polícia foi posta em execução e madame de Solms e o sr. Wyse deixaram a França." Quando se fez a anexação de Nice e da Saboya (1862), pediu a Napoleão III a permissão de ficar em França, e obteve mesmo a de voltar a Paris; abriu ali o seu salão, como antigamente, deu festas, escreveu crônicas e causeries em vários jornais, o País, o Constitucional, o Turf, etc., fez falar de si, como de costume, e, tendo-se reconhecido em um malicioso retrato traçado por M. de Boissieu, (Fragment d'histoire, une des plus spirituelles lettres de Colombina, 1863), intento no Fígaro uma indemnização de 200:000 francos de perdas e danos. O tribunal rejeitou-lhe a. Entretanto tendo-lhe morrido o marido, uniu-se a Rattazzi numa das suas viagens a Turim, e esta ligação teve algum tempo depois o casamento por desenlace. A sua estada em Paris em 1865 trouxe-lhe novas decepções; foi-lhes dada nova ordem de expulsão e retirada uma pensão de que havia três anos gozava. Desde então madame Rattazzi viveu constantemente em Turim, Florença e Roma, e publicou grande número de volumes. Um dos seus romances, Richeville, fez algum barulho na Itália, e valeu ao marido de madame Solms, algumas provocações em duelo.
próximo texto
próxima lição
Tarefa Única lição Grupo de aulas 1000 palavras mais populares Voltar ao teste
a melhor maneira de aprender a digitação é usar AgileFingers! *texto de amostra /texto-amostra Começe a digitar Começe a digitar. Boa sorte! Toque no teclado e comece a digitar Pressione qualquer tecla no seu próprio teclado e, em seguida, comece a digitar o texto Bem-vindo ao AgileFingers! Esta é a sua última tentativa para esta tarefa! Defina seu objetivo Escolha uma lição Escolha um texto Escolha ou envie um texto Escolha uma tarefa Parabéns! Sua pontuação atende ao seu objetivo atual. Muito devagar! Seu objetivo atual é Muito impreciso! Exatidão mínima é Objetivo alcançado!!! , Mas primeiro faça o login e suas pontuações serão salvas! As opções são armazenadas no navegador e não na conta do usuário. Cada feedback construtivo é um grande presente! Escolha um texto para correção Ah, que dia bonito para a Ciência!! E-mail inválido Você não está conectado prática Erro ao salvar dados Use o seu próprio, não o teclado virtual para digitar. Palavras aleatórias Texto palavras por minuto caracteres por minuto PPM CPM gráfico ocultar Lição Tarefa Única lição Grupo de aulas Texto Aprenda a digitar mais rápido - AgileFingers Digite muito mais rápido sem olhar para o teclado. Este curso de digitação de toque on-line gratuito gratuito irá ajudá-lo a aumentar sua velocidade e precisão." Decida o quão rápido você deseja digitar - AgileFingers Ao aprender a digitar mais rápido, é importante definir uma meta. Tente alcançá-lo. Se você atingir o objetivo, defina um maior. Lições de digitação rápida - AgileFingers Você pode digitar mais rápido. Cada dedo do seu tipo em uma velocidade diferente. Cada dedo é responsável por clicar em uma determinada área do seu teclado. Exercício de digitação rápida em textos completos - AgileFingers Escolha um texto completo para praticar digitação rápida. Teste de digitação por toque - AgileFingers Teste se você digitar tão rápido quanto você pensa que faz. Se você não, não se preocupe. Basta praticar mais com AgileFingeres, eventualmente você vai conseguir seu objetivo. Tarefa de teste Teste de digitação - tarefa: A sua opinião sobre AgileFingers Partilhe as suas opiniões sobre AgileFingers. Podemos certamente fazer este curso melhor. Vamos trabalhar juntos nessa Lição Exercício rápido de digitação: Meu próprio texto - AgileFingers Texto de amostra - AgileFingers Corrija um texto para uma melhor experiência de digitação no AgileFingers Exercício de digitação Exercício para digitação rápida Aprenda a digitar jogando jogos - AgileFingers Aprender a digitar o toque não é a coisa mais prazerosa a fazer, mas o AgileFingers torna mais interessante. Aprenda a digitar mais rápido jogando um jogo! Resgate de ovelhas - toque de digitar o jogo - AgileFingers Aprenda a digitar o toque jogando "Resgate de ovelhas" - jogo que ensina como digitar mais rápido e com mais precisão. Pressione a tecla correta e obtenha pontos para sua bravura. Palavras em estrela - toque de digitar o jogo - AgileFingers Mestre toque digitando jogando "Palavras em estrela" - jogo que fará você digitar muito mais rápido. Este jogo faz parte do curso AgileFingers. Perfil de usuário - AgileFingers Perfil de usuário para AgileFingers Entrar / registar - AgileFingers Autenticação para AgileFingers Configurações - AgileFingers Configurações para AgileFingers toque digitando aplicativo on-line Ensine seus alunos a digitar mais rápido - AgileFingers Zona para professores que desejam melhorar as habilidades de digitação de seus alunos. Você pode começar uma aula na sala de aula ou designar seus alunos. Observe como eles digitam cada vez mais rápido. Zona do aluno para quem deseja aprender a digitar com toque - AgileFingers Faça aulas de digitação por toque. Seu professor o guiará em questões de digitação. indicador do meio anelar mindinho todos os dedos linha Lição: dedos interior Palavras aleatórias Palavras e números aleatórios As palavras mais comuns números /indicador /meio /anelar /mindinho /todos-dedos /linha /licao /dedos /interior /palavras-aleatorias /numeros-palavras-aleatorios /teste /licao-unica /grupo-aulas /licoes https://agilefingers.com/pt /texto /textos /tarefa /mais-comum /licao-de-casa /trabalho-em-sala-de-aula /aluna /sumario dever de casa trabalho em sala de aula Mais uma vez Tente novamente editar Inglês O texto não deve estar em branco
começe a digitar!